Introdução

A comunicação entre pessoas é importante. Entre profissionais com interesses comuns é essencial!

Nos tempos que correm, com a vida agitada que nos liberta pouco tempo para a busca atenta de assuntos do nosso interesse profissional, a existência de um site atractivo pode ser "a ponte" entre todos nós.

Assim a actual Direcção entendeu como prioritário a existência de um site abrangente e dinâmico.

Este site, para além de poder vir a ser o nosso jornal com informações técnicas interessantes será - se para isso estivermos todos empenhados - um repositório de informação útil para todos os que têm interesse pelas questões territoriais.

A Especificidade do Urbanismo e do Urbanista - contributo

Caros Colegas

Os aspectos económicos, sociais, culturais, ambientais, técnicos, conjuntamente com os aspectos formais, têm no Urbanismo igual importância, mas só quando se harmonizam e atingem uma dimensão estética se cumpre verdadeiramente o objectivo do Urbanismo.

A dimensão estética - que utiliza forma, cor, luz, som, aroma, movimento - reside na percepção do belo e na emoção vivida por essa percepção.

Poder-se-á dizer, enquanto a Arquitectura constituí um acto de criação em contraponto com a Natureza, o Urbanismo constitui um acto de criação com a própria Natureza.

É na capacidade de criação com a própria Natureza, a par da coordenação e harmonização das diversas disciplinas envolvidas no Urbanismo, que reside a especificidade do Urbanista
 

Vassalo Rosa

O que define um urbanista?

Caros colegas

Muito me apraz que a AUP tenha reposto o seu sítio na net e isso quero aqui dizer que se deve à iniciativa do nosso novo presidente, de forma tão pronta relativamente à tomada de posse da nova equipa directiva.

Desta vez quisémos que este tivesse a vantagem de disponibilizar este mesmo espaço (fórum) de discussão entre os associados. Nele se poderão colocar ideias, comentários ou mesmo artigos de opinião. Coisas até que os colegas já tenham escrito. Desde que sejam actuais e pertinentes, penso que serão bem-vindas.

Temas não nos faltarão. Discute-se a eventual criação de uma ordem dos urbanistas. Está noticiada a criação de um sistema de acreditação de profissionais coordenadores de equipas de planeamento e gestão do território. Algumas ordens profissionais existentes dispõem, elas próprias, de um colégio de urbanistas.

Muitos são os agentes que intervêm na construção da cidade e do território em geral. Muita proliferação legislativa tem decorrido nos últimos tempos entre nós. Contudo a clareza e objectividade na administração do território continua a tardar. Para além das incertezas inerentes à materia e à conjuntura, a situação quanto à repartição de atribuições e competências, na generalidade dos sectores intervenientes, é de conflitualidade latente.

Por competência, parece-me, cabe aos urbanistas uma palavra relevante nesta problemática. Porém, os urbanistas terão ainda de se definir quanto à essência do seu papel e formas de organização e actuação.

Por agora é o que me ocorre deixar como reflexão e proposta de tema para discussão.

Saudações urbanísticas e bom ano novo.

Luís Grave